Línea del Tiempo - Carmen de Luna

La aula de hoy és sobre la historia del mundo.

A data não é tão clara, mas os relatos de Bethel nos contam que os Deuses criaram a cidade no início dos tempos. Na verdade, não é claro se a cidade foi movida de algum lugar para cá ou se foi criada do chão duro.

No centro da cidade, logo abaixo das grandes estátuas, uma antiga canção está impressa na pedra:

Então todos a cercaram, cada qual numa canção
criando melodias que criavam padrões
fixando idéias, filtrando pensamentos e conceitos
numa precisa balança, com toda precisão,
e espantados, olhavam toda a criação
admirados, mas firmes em seu intento.

Até hoje ninguém entendeu perfeitamente o que os versos significam, e as maiores concordâncias se dão na ideia de que essa canção foi criando o mundo como conhecemos. Os relatos continuam com os Deuses se separando, com exceção da Dama de Vermelho que permaneceu em Bethel. Layla e Simba percorreram a vastidão do mundo e foram criando florestas e seus habitantes. A Dama Violeta e São Theobaldo foram dando os retoques à natureza e criando várias das belezas naturais que vemos hoje. Cada um dos Deuses teve uma tarefa que resultou na criação da bela Alysian.

Após esse longo e primoroso trabalho, temos um grande evento histórico, descrito em alguns vitrais de Bethel, a criação das “Raças-mãe”. A tal canção foi mais uma vez cantada e as cinco raças primordiais foram criadas: Os Fey, os Draconianos, os Titãs, os Anões de Metal e os Orcs. Todos esses nada tem a ver com os que conhecemos hoje, sendo infinitamente mais poderosos, tendo controle sobre elementos, magia e mente como mestres.

Os Fey se estabeleceram ao Sul do continente de Alysian, os Titãs mais ao centro, os anões se espalharam, com grande parte ao norte e alguns se dirigindo ao sul para os continentes de Zephyr e Cevenbethreion
. Os Draconianos se espalharam com uma pequena concentração no continente de Solon e os Orcs espalharam suas tribos por literalmente todo o mundo.

Enquanto se espalhavam, a Dama de Vermelho lançou um feitiço que abriu aleatoriamente em diversos lugares do mundo portais para diversos reinos randômicos, o que trouxe mais habitantes para cá.

A Grande Guerra

Alguns séculos após a criação, não demorou para a estabilidade ser posta a prova. Um poderoso Senhor do Abismo chamado Yeenoghu começou a manipular clérigos e xamãs Orcs com sonhos de conquistas e sangue. Os Anões de Zephyr, tendo escavado uma magnifica cidade, começaram a entrar em contato e adquirir conhecimento de criaturas dignas de pesadelos e aos poucos, irem enlouquecendo, e entrando em guerra com alguns descendentes de Titãs (os Primeiros Humanos) do continente.

Os Titãs avançavam nas construções e tecnologia, e dominavam grande parte de Alysian. e o poder juntamente com a magia foi facilmente subindo a cabeça uma vez que uma poderosa Senhora do Abismo foi manipulando o Grande Rei Thothus a expandir seus domínios sobre os mais fracos Gigantes (descendentes dos Titãs) e os selvagens Orcs.

Não demoraria para um grande conflito ocorrer, e para piorar, os Draconianos ficaram divididos entre seus líderes sobre como agir em relação à iminente guerra, que estourou quando os batalhões Orcs, ajudados pelos Gnolls do lorde abissal à Heavens Gate, antiga capital Titã. Os Fey também foram surpreendidos por Draconianos que exigiam que se unissem sob sua bandeira. A escala do conflito foi apenas aumentando, e também o grau de destruição devido ao grande poder das Raças-Mãe e seu domínio sobre a magia.

Bethel foi sitiada por Orcs, e sua única defesa eram alguns Titãs e Draconianos neutros ao conflito, juntamente com alguns Fey refugiados, que se juntaram num grande ritual para trazer forças dos Reinos Celestiais para ajudar na batalha. Tal ritual foi bem sucedido e forças dos reinos de Celestia e Arcadia interviram na batalha. Mas a longo prazo, isso serviu apenas para causar mais destruição.

Duzentos anos de conflito se passaram, e os números foram diminuindo cada vez mais. Os poderosos não mais conseguiam controlar a Magia, e acabavam morrendo ou enlouquecendo com ela, muitas vezes enlouquecendo para morrer em seguida. Os números foram diminuindo cada vez mais, até que os mais fracos restantes chegaram à brilhante e simplória conclusão que era melhor cuidar de sua própria sobrevivência, do que se suicidar em um conflito infinitamente maior do que eles.

Isso deu nome ao século seguinte como o “armistício natural”, onde os sobreviventes foram se reunindo e se recolhendo em pequenas comunidades, para se reerguer e tentar sobreviver em um mundo atacado pelo caos, com ameaças em todos os cantos

A Reerguida

Todo o outro milênio seguido do armistício natural se resumiu ao mundo que conhecemos hoje sendo construído. Foi quando as raças e reinos que conhecemos hoje foram se formando, e a natureza retomando seu lugar no destruído cenário do mundo.

Muitos cruzamentos entre os descendentes mais fracos formaram a diversidade que conhecemos hoje, juntamente com as diversas linhagens existentes entre as diversas raças. É comum vermos um Elfo (descendente dos Fey) com sangue Draconiano ou Titânico. Algumas das cidades antigas foram totalmente abandonadas, como a gigantesca cidade Fae de Amanterian, enquanto outras, como a ruína de Heaven’s Gate, a antiga capital titã, foi parcialmente reerguida e hoje faz parte do reino de Highwind.

A mágica foi cada vez desaparecendo mais, e a Ordem dos Kadoshis de Bethel foi criada para caçar qualquer um que ainda pudesse a vir enlouquecer por essa misteriosa e agourenta força. Ainda existiam e nasciam conjuradores, que possuíam no sangue uma linhagem mais pura das Raças-mãe, mas seu poder era apenas uma sombra daqueles de outrora. E assim o mundo foi se reerguendo.

A Atualidade e o redescobrimento

Hoje a paz reina no mundo. Conflitos menores aqui e acolá, mas nada que atrapalhe a estabilidade geral. Diversos reinos prosperam, os Humanos passaram a ser a raça mais populosa no mundo. Com a paz reinando, muitos aventureiros estão desbravando novamente o mundo e redescobrindo antigas maravilhas perdidas. Inclusive algumas antigas entidades que tentam seduzir os incautos aventureiros com a antiga Magia, fato que vem deixando os Cavaleiros Kadoshi em alerta. Porém são casos (os relatados ao menos) isolados.

Futuramente habalaremos sobre los Reinos

Línea del Tiempo - Carmen de Luna

Loucura e Magia - Obsessão estevan_souza