O Sul de Alysian

Graciosas Saudações, meus estimados alunos. Conforme prometido mediante à requisição de uma de vossas colegas, trago uma compilação sintética de mapas e descrições da porção meridional do continente de Alysian.

SA1.PNG

Essa massa continental ao sul do Vale Profundo é quase que totalmente pertencente ao reino de Vector, mas com algumas especificidades naturais e geográficas.

vextor_rider.jpg
Cavaleiro de Grifo de Vector

Vector: Capital homônima do Reino, sede do Banco Meridional e da Guilda Comercial Alysiana, o Reino do Grifo Carmin possui um dos exércitos mais especializado de todo o Reino, com destaque para a Guarda Real de Grifos. Geograficamente favorecida pelas proteções naturais ao seu redor, talvez a distância do litoral seja sua maior fraqueza. A proximidade com o Rio Amantil de certa forma remedeia alguns desses acessos.

O reino de Vector nasceu da união de algumas Casas de Highwind que se rebelaram com a pouca atenção que a parte sul do continente recebia da capital e do norte. Após 7 anos de guerra, foi estabelecida uma trégua.

Governada pelo regente Raziel, que assumiu as obrigações reais por testamento do antigo Monarca Lucius I, o reino vem se expandindo nas atividades comerciais numa velocidade impressionante, e os engenheiros reais buscam novas formas de tornar mais eficiente as rotas do Reino.

Floresta de Amanter

dragon_age_inquisition_02.jpg

A floresta como um todo fazia parte da antiga capital Fey de Amanterian’las-ezenthil’Tohehir. Suas árvores mais antigas passam dos milênios. Diversas ruínas do que antes era a parte não subterrânea da cidade se encontram perdidas na floresta e chamam a atenção dos curiosos caçadores de riquezas e conhecimentos.

Amanter: Pequena cidade situada na floresta Homônima, cortada pela Lãmina Veloz, afluente do Rio Amantil. Podemos simplificar Amanter como um grande entreposto de caçadores, mineradores e pescadores de Vector. Aproximadamente 80% das carnes não pecuárias do reino são oriundas das caças organizadas pelas guildas de Amanter.

Sul da Floresta de Amanter: Encontramos o Castelo do Vigia, uma antiga construção transformada em forte militar que guarda a costa Sudoeste de vector. Encontramos nela o Porto do Vigia, sede da Marinha do Reino. Suas forças também guardam as fronteiras das terras das tribos, que frequentemente tentam pilhar as pequenas vilas que se situam na borda da floresta

Boca do Ogro

2r70pw6.jpg

Cidade portuária independente que tem suas fronteiras abertas para a Ilha de Darkness e o mercado negro de alguns itens desta malfadada ilha. Possui um grande mercado e uma diversidade de criaturas residentes, embora mais da metade da sua população seja itinerante. Mantém boas relações com Vector.

Ocean´s Tomb

ruins_cgi_fantasy_art_1920x1080_wallpaper_www.wallpaperhi.com_1.jpg

Antiga cidade Fey que resistiu às Grandes Guerras e ao tempo. As lendas regressam a épocas onde Feys desbravaram o próprio Oceano e criaram uma cidade que alcançava as profundezas dos mares. Com a natural extinção da raça, seus descendentes foram abandonando o local e o transformaram num mausoléu onde enterravam seus heróis.

Recentemente grupos de aventureiros atrás de riquezas e segredos, após devassarem a Cidade Superior, foram atrás dos mistérios subterrâneos e submarinos, o que acabou libertando poderosas entidades antigas, algumas até desconhecidas. Lorde Aquerius, um Senhor Elemental, despertou diversos guerreiros e espíritos para atacar as criaturas vivas. Um esforço conjunto das tribos de Selvagens, de alguns guardas do VIgia e de mercenários da Boca do Ogro conteve o ataque, embora pouco se saiba sobre seus líderes. Toda a área em volta e sua vegetação foram modificados cruelmente pela pérfida Magia liberada.

Marin: Situada ao sul dos Grandes Campos, é o coração logístico do Reino, perdendo em importância comercial talvez apenas para a grandiosa Kolighen. Seu porto atualmente está sendo ampliado, devido ao aumento exponencial em suas exportações e importações. A cidade ainda não acompanhou em estrutura o rápido crescimento do porto e do movimento, e as vezes sofre com o excesso de pessoas e os males que ela traz, como ladrões, pobreza e revoltas.

The Violet Watch: Enorme cidade ligada à Igreja da Dama VIoleta, sendo a maior dessas. Lugar de peregrinação e estudo, com a Escola de Heróis e a Universidade de São Theobaldo sendo estruturas presentes no local. Foi construída em volta de um antigo templo da Mãe da Beleza, que abrigava antigas e belíssimas estátuas de origem Titã. Em um venenoso episódio, uma das pequenas estátuas foi roubada e levada aos picos agourentos de Theros’Zul onde o demônio Lin Shaktar, o Lorde da Dor, foi invocado e trouxe destruição e pavor para todo o continente. Nas mesmas montanhas, foi derrotado pela Cruzada Lenorielenn, atual comandante de Violet Watch. A estátua foi recuperada.

Futuramente falarei mais sobre outros cantos dessa porção do continente, mas a Dama de Vermelho e Tenebra conspiram contra a continuação deste pergaminho, com a rápida entrada da noite e o azar de não possuir mais óleo para a lamparina. Que Lumina ilumine seus dias e Theobaldo sua Inteligência.

Cipriano de São Theobaldo

O Sul de Alysian

Loucura e Magia - Obsessão Sophuz